Festas de final de ano impulsionam vendas de material de construção aquecendo o setor

Airton Bulhões,

  Virou tradição as pessoas com a proximidade das festas de Natal e do Réveillon as pessoas fazem pequenos ajustes e reparos em casa como pintura e até ampliação do seu imóvel.

  Para a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), este movimento ficou ainda mais intenso com a liberação de recursos do FGTS e melhora na economia, representando um crescimento de 6% nas vendas em outubro na comparação com setembro e de 8% em relação ao mesmo período do ano passado.

  No acumulado do ano, o crescimento está em 4% e nos últimos 12 meses, em 5%. Os dados são do levantamento "Tracking", realizado pelo Instituto de Pesquisas da Anamaco, com o apoio da Anfacer, Abrafati e Instituto Crisotila Brasil, e que ouviu 530 lojistas nas cinco regiões do Brasil, entre 28 e 30 de outubro. No resultado por categorias, tintas registrou crescimento de 6%; revestimentos cerâmicos e telhas de fibrocimento, 1%.


  Segundo o presidente da Anamaco,Cláudio Conz,  embora outubro seja um mês de baixo apelo promocional, é um termômetro importante para os últimos meses. "O governo aumentou ligeiramente a previsão de crescimento da economia de 0,81% para 0,85%. Já sentimos os efeitos iniciais dos cortes de juros e início das liberações de recursos do saque imediato do FGTS. Isso mostra que os consumidores estão recuperando a confiança na economia", explica.

Ainda de acordo com o estudo, quatro regiões tiveram melhoras: Sudeste, onde as vendas cresceram 8%; Norte e Sul, 6%; e Centro Oeste com aumento de 2%. O Nordeste foi o único que mostrou um patamar igual ao do mês de setembro (1%).


A+ A-