BNB terá aporte de R$ 4 bilhões para aplicar no Nordeste

Airton Bulhões,

     A Sudene anunciou o aporte de mais R$ 4 bilhões para o orçamento do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado exclusivamente pelo Banco do Nordeste.

  O anúncio foi feito Durante a 25ª reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, na manhã desta sexta-feira (24), em Recife, que contou com a presença do presidente da República Jair Bolsonaro e do ministro do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto.

  A região Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo passam a contar com R$ 27,7 bilhões do Fundo destinados este ano pelo Banco do Nordeste para impulsionar o desenvolvimento de sua área de atuação, por meio de financiamentos a negócios de todos os portes e segmentos, além de projetos de infraestrutura.

  Outra novidade apresentada na reunião da Sudene foi a nova linha de financiamento do Banco do Nordeste, chamada FNE Crediamigo, para a qual está sendo direcionado R$ 1 bilhão.

   A linha, com limite de até R$ 21 mil, utilizará  recursos do fundo constitucional, que oferece juros mais baixos do que os praticados no mercado. O novo produto terá acesso individualizado e tem por objetivo  financiar clientes do programa de microcrédito do Banco, o Crediamigo, valendo-se de toda a experiência e trajetória vivenciadas na metodologia do Programa ao longo dos últimos 21 anos.

Estima-se que a nova linha de crédito alcance um montante de contratações da ordem de R$ 1 bilhão, nos próximos quatro anos. A expectativa é beneficiar 150 mil microempreendedores, com contratos no valor médio de R$ 6,6 mil, viabilizado pela parceria promissora entre o maior programa de microcrédito da América do Sul (Crediamigo) e o maior fundo constitucional de desenvolvimento do Brasil.

DQXwHkI.jpg

Foto: Edmar Lyra


A+ A-