A novidade no carnaval 2020 é o reconhecimento facial para prender bandidos

Airton Bulhões,

    Contra os vândalos e a bandidagem que está armando para atuarem o carnaval 2020 a grande novidade serão as câmeras de reconhecimento facial pelas forças de segurança.

  Os que se arriscarem a delinquir durante o período de carnaval ou até mesmo procurados ou com prisão decretada serão reconhecidos em tempo real. O sistema, fornecido pela Interjato Soluções, será utilizado como teste em algumas cidades do interior que têm grande fluxo de foliões.

  A iniciativa está sendo realizada em parceria com a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) e o Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOSP) do Governo do Estado.

  O reconhecimento facial, também conhecido como Biometria Facial, consiste na verificação ou identificação de indivíduos a partir de uma imagem digital. Por meio de um software dotado de Inteligência Artificial (IA), a pessoa tem o rosto detectado depois que a imagem é submetida a uma verificação no banco de dados da Polícia. Isso é possível tanto em tempo real, quanto por meio da gravação das imagens.

  Com a Biometria Facial, pessoas podem ser identificadas para os mais diversos objetivos.

  A tecnologia faz parte do serviço de videomonitoramento, recurso cada vez mais utilizado como operação de segurança eletrônica e controle do ambiente em que é instalada. E pode ser utilizado tanto pelo serviço público, quanto por empresas privadas.

SAIBA MAIS

  Para ilustrar melhor um caso que ganhou repercussão nacional sobre este assunto, aconteceu durante o Carnaval de Salvador no ano passado.

  Um homem com mandado de prisão por homicídio foi identificado por um sistema de reconhecimento facial instalado em um dos acessos do Carnaval. Ele estava vestido de mulher e pretendia participar de um dos blocos da festa, mas acabou sendo preso.

foto:br.nec.com

PY1KkWV.jpg
A+ A-