Turismo brasileiro tem crescimento de 2% em 2018 em relação ao ano passado

Airton Bulhões,

    Segundo pesquisa da Federação do Comércio de São Paulo o turismo brasileiro deve registrar crescimento anual de 2% em 2018 em relação ao ano passado, segundo o Índice de Atividade do Turismo (IAT), vinculado ao (FecomercioSP). 

  O estudo ressalta que apesar de ter crescido 4,0% em 2017 e de se projetar um novo aumento de 2% para esse ano, o setor de turismo ainda não retornará aos patamares pré-crise. A se manter o ritmo de crescimento atual, de 2%, o IAT voltará a seu pico histórico apenas em 2022, registrando os mais de 170 pontos de 2014, estima o instituto.

Envolvendo diferentes atividades econômicas, e com características plurais, o turismo brasileiro tem grande capacidade de absorção de mão de obra, gerando empregos e renda, e estimulando a economia de diferentes cidades. Mas, para isso, depende de aspectos como segurança, redução na burocracia, estabilidade econômica, infraestrutura e regulamentação adequadas.

  O valor do IAT representa a soma das receitas operacionais das atividades características do turismo, com base em dados do IBGE e cálculos elaborados pela Entidade. O início da série histórica é 2007, ano em que o montante das receitas auferidas pelo turismo foi transformado no número índice 100.

  Em 2017, o IAT marcou 156 pontos, o que representa um crescimento de 56% em relação ao início da série e uma evolução média anual de 4,5% nos 10 anos seguintes.

  O turismo brasileiro teve seu melhor ano em 2014, quando o IAT marcava 170 pontos, com crescimento de 6,3% em relação a 2013. Em 2015 e 2016, o setor foi diretamente atingindo pela crise econômica registrando quedas anuais de 7,1% e de 5,1% nas receitas, respectivamente. Em julho de 2018, último resultado disponível, o turismo brasileiro cresceu 3,6% em relação ao mesmo período do ano passado.  

SAIBA MAIS

  O crescimento de 2% projetado pelo IAT é positivo, mas não deve ser encarado com muito otimismo, já que falta muito para chegar a um patamar similar ao de 2014.  

 A incerteza com os rumos do país certamente afeta a decisão de viagens, tanto de pessoas como de empresas. Previsibilidade e Investimento são as duas palavras fundamentais que o país precisa para voltar a crescer, criando oportunidades de emprego e aumentando a capacidade de consumo das famílias.



Petrobras e a norueguesa Equinor fazem parceria para segmento de energia eólica no Brasil

Airton Bulhões,

    A Petrobras assinou nesta quarta-feira com a empresa norueguesa Equinor (ex-Statoil) na Rio Oil & Gas Conference, no Rio de Janeiro  um memorando de entendimentos visando ao desenvolvimento conjunto de negócios no segmento de energia eólica offshore no Brasil.nKdzBhC.jpg

   No âmbito da parceria estratégica já firmada entre as duas empresas, a Petrobras e a Equinor vêm investigando outras áreas potenciais de cooperação, incluindo desenvolvimento de iniciativas em energias renováveis. 

  A Petrobras possui quatro parques eólicos onshore em parceria, no Rio Grande do Norte, totalizando 104 MW instalados. Esses parques foram negociados no Ambiente de Comercialização Regulado (ACR) no leilão de energia de reserva de 2009 e entraram em operação em 2011.

  A companhia também possui uma planta de pesquisa e desenvolvimento em energia solar fotovoltaica de 1,1 MW no Rio Grande do Norte, onde estão sendo avaliadas as operações de quatro tipos de tecnologia.

  "Esse passo que demos hoje é motivo de orgulho para todos nós e fortalece ainda mais a nossa parceria estratégica com a Equinor. O Brasil tem um potencial imenso para geração de energia eólica em alto mar e queremos tirar proveito desse potencial junto com a Equinor, que é a empresa petroleira que tem a maior experiência no assunto, sempre observando a disciplina de capital e a lógica econômica", disse o diretor de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão da Petrobras, Nelson Silva. 

SAIBA MAIS

A Equinor opera três parques eólicos ao longo da costa do Reino Unido, e está envolvida no desenvolvimento de outros projetos eólicos offshore no Reino Unido, Alemanha e EUA. A Equinor é pioneira no desenvolvimento de soluções para projetos de eólicas offshore para águas profundas. A companhia é também, líder mundial em captura e armazenamento de carbono 

3ª Feira Vida Natal começa nesta quinta e aborda desafios do envelhecimento ativo

Airton Bulhões,

    Dois eventos de peso marcam a realização da 3ª Feira a Vida Natal Mais RN - Desafios do Envelhecimento Ativo o lançamento do Outubro Rosa, a cargo da Liga Norte-Rio-Grandense contra o Câncer e terá também um momento que marcará o Dia do Idoso, comemorado em 1º de outubro, que cai na segunda-feira da próxima semana.

 Será realizada também a palestra "Violência contra a Pessoa Idosa", que estará a cargo de Fábio Moassab, diretor do Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Pessoa Idosa, vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos.

     A Feira Vida Natal será realizada durante todo dia no Holiday Inn Natal começando às 8h e até às 20h. Com cerca de 40 estandes comerciais, auditório formatado para 400 pessoas e lounge interativo com 80 cadeiras para dinâmicas de grupo.J2fTODN.jpg

  Outros temas serão abordados como longevidade saudável, sobrepeso após os 50 anos, estética bucal, depressão no envelhecimento, planejamento para aposentadoria com qualidade de vida, influência da visão nos acidentes domésticos e o difícil convívio com a dor.

  Entre as atrações da feira que tem acesso gratuito constam diversos serviços, que serão oferecidos gratuitamente, como testes de glicemia, aferição de pressão, orientação de médicos para check-up vascular, dicas para cuidadores de idosos e até mesmo novas técnicas de escovação dentária.

  Haverá ainda sessões de yoga, massagem, meditação e drenagem linfática, assim como serviços a cargo de cabeleireiros, esteticistas e manicures que prometem caprichar no visual das senhoras que participarão da feira. 

  Produtos naturais e orgânicos, complexos vitamínicos e suplementos alimentares também estarão à disposição em alguns estandes da feira, para degustação ou comercialização. Artesãos e grupos de dança de várias cidades do Rio Grande do Norte serão atração na Feira Vida Mais RN.

SAIBA MAIS

A 3ª Feira Vida Mais RN é uma realização da Argus Eventos e da Agência Lar, com apoio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Natal, Unimed Natal, Simbios Care e DataShow. 



BNB regulariza dívidas rurais no RN alcançando R$ 483 mil prazo final vai até dezembro

Airton Bulhões,

   Termina em dezembro  o prazo para regularização de dívidas rurais no Banco do Nordeste. O benefício vale para liquidação de dívidas contratadas até 2011, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Já se o produtor quiser renegociar, o prazo para pagamento pode estender-se a 2030, iniciando as parcelas em 2021.

No Rio Grande do Norte, já foram regularizados R$ 483,1 mil em dívidas rurais, distribuídos em 19 mil operações e beneficiando aproximadamente 76 mil pessoas somente no Estado.

O total regularizado já supera os R$ 10,3 bilhões. Mais de 300 mil operações foram regularizadas com agricultores dos Estados nordestinos e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. Dessas repactuações 137,5 mil foram realizadas com a opção de liquidação de toda a dívida. Ao todo, 92% das renegociações foram efetivadas com miniprodutores rurais, incluindo beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

SAIBA MAIS

O BNB possui 292 agências distribuídas em todo o Nordeste, além do norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo. A instituição possui mais de 4 milhões de clientes. Somente em 2018, o Banco do Nordeste já aplicou na economia regional volume superior a R$ 23 bilhões, envolvendo operações de longo prazo e microcrédito.

Quem deseja mais informações sobre as condições de renegociação ou liquidação de dívidas pode procurar uma unidade da rede de agências ou entrar em contato pelo número 0800 728 3030.

   Termina em dezembro  o prazo para regularização de dívidas rurais no Banco do Nordeste. O benefício vale para liquidação de dívidas contratadas até 2011, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Já se o produtor quiser renegociar, o prazo para pagamento pode estender-se a 2030, iniciando as parcelas em 2021.

No Rio Grande do Norte, já foram regularizados R$ 483,1 mil em dívidas rurais, distribuídos em 19 mil operações e beneficiando aproximadamente 76 mil pessoas somente no Estado.

O total regularizado já supera os R$ 10,3 bilhões. Mais de 300 mil operações foram regularizadas com agricultores dos Estados nordestinos e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. Dessas repactuações 137,5 mil foram realizadas com a opção de liquidação de toda a dívida. Ao todo, 92% das renegociações foram efetivadas com miniprodutores rurais, incluindo beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

SAIBA MAIS

O BNB possui 292 agências distribuídas em todo o Nordeste, além do norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo. A instituição possui mais de 4 milhões de clientes. Somente em 2018, o Banco do Nordeste já aplicou na economia regional volume superior a R$ 23 bilhões, envolvendo operações de longo prazo e microcrédito.

Quem deseja mais informações sobre as condições de renegociação ou liquidação de dívidas pode procurar uma unidade da rede de agências ou entrar em contato pelo número 0800 728 3030.

n5iDysc.jpg

Pesquisa mostra que 35% dos brasileiros tem renda insuficiente para pagar contas em dia

Airton Bulhões,

    A situação econômica do brasileiro vai de mal a pior, além de 12,4 milhões de desempregados uma herança dos últimos governos, uma pesquisa recente divulgada pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostra que 35% dos brasileiros afirmam que a renda  é insuficiente para pagar as contas em dia. Além disso, 46% disseram que não falta, mas também não sobra dinheiro com a renda que possuem e apenas 13% dizem estar com as contas no azul, sobrando para as compras ou investimentos.

  O levantamento revelou ainda que dois em cada 10 consumidores tiveram o acesso ao crédito negado nas compras a prazo no mês de julho, sendo a falta de comprovação de renda e recursos insuficientes os principais motivos. 

  Para o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, esses números refletem o fato de a maioria dos brasileiros viverem dentro de um padrão de vida acima daquele que o orçamento lhes permite.

  “As pessoas precisam mudar a forma de pensar o orçamento mensal. Ao invés de esperar ou tentar fazer com que sobre dinheiro, devem resgatar aquilo que realmente desejam em sua vida, seus sonhos e metas pessoais e familiares, e poupar para isso dinheiro em primeiro lugar. Não é uma questão de números ou de incrementar a renda, e sim de ter novos hábitos, mais conscientes”, orienta Domingos.

  A orientação é que, logo que receber o salário, a pessoa já retire a quantia mensal necessária para a realização dos sonhos, colocando o montante na melhor opção de investimento de acordo com o prazo. “Ou seja, ao invés de fazer sobrar, é preciso poupar para o que realmente importa, antes de gastar”, orienta Domingos.

DESCONTROLE FINANCEIRO 

 As pessoas não sabem para onde vai seu dinheiro, não possuem controle. As pessoas não se dão conta que o descontrole financeiro não acontece nos grandes gastos, mas sim nos pequenos. Para evitar que isso ocorra, o correto é o preenchimento de uma caderneta diária de todos os gastos, que chamamos de apontamento, e realizar uma planilha mensal por três meses, conhecendo os seus verdadeiros números.



Natal é mostrada na reprise de Chiquititas para milhões de espectadores na tela do SBT

Airton Bulhões,

   Uma das maiores novelas do SBT a trama argentina Chiquititas que tem como pano de fundo cenas  gravadas em Natal está sendo reprisada pelo canal de Silvio Santos. Durante esta temporada serão exibidas esta semana  capítulos que foram produzidas em diversos pontos turísticos do Rio Grande do Norte.t9XqjuB.jpg

  Natal ficará na grade em horário nobre do SBT, onde o Ibope calculou durante a primeira exibição da novela 15 milhões de espectadores no Brasil e até no exterior nos canais internacionais que a emissora exporta.

  Este foi um trabalho prestado na época pela secretaria de Turismo de Natal na gestão do então prefeito Carlos Eduardo e do secretário de Turismo, Fernando Bezerril. Mas a ideia de colocar Natal foi de Bezerril que pela amizade conquistada com o diretor de novelas do SBT, Reinaldo Boury  foi possível concretizar esse projeto.  Contribuiu para isso o prefeito Carlos Eduardo que apostou nessa iniciativa e agora a novela volta  as telas com a reprise  de  Chiquititas.

   Natal é mostrada agora sem gasto nenhum. Durante a gravação das cenas em Natal todo trade turístico potiguar colaborou na hospedagem, transportes, utilização de bugres, segurança, um trabalho de peso. 

  E a escolha de Natal foi dada graças ao apoio de Reinaldo Boury que apostou na ideia de Bezerril, onde já tinha filmado em Natal com “Tieta do Agreste”, “Despedida de Solteiro”, “O Clone”, “Flor do Caribe”, enquanto dirigia a Globo e agora com Chiquititias.

   Ninguém imagina o benefício de uma divulgação dessa sendo reprisada através das Chiquititas para Natal que anda tão em baixa em seu turismo com a falta de ações desse porte.3uAcAVf.jpg

   Na foto  Reinaldo Boury recebe homenagem de Fernando Bezerril com entrega de uma placa comemorativa pelo apoio dado ao diretor do SBT em incluir Natal no roteiro da novela das Chiquititas.

Fecomércio RN promove palestras sobre reforma trabalhista e sua aplicação

Airton Bulhões,

  Será realizado em Natal na próxima segunda-feira (dia 24) no auditório da Federação do Comércio do RN (Fecomércio), às 14h a edição potiguar das Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho.

O lançamento nacional das Jornadas foi realizado no dia 19 de junho, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados e já percorreu 15 municípios brasileiros. O objetivo do projeto é debater de forma técnica e sem ideologia a aplicação da nova lei trabalhista.

  As Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho, série de 56 eventos científicos que vem ocorrendo por todas as regiões do país e que marca o primeiro aniversário da lei que modernizou as relações de trabalho no Brasil, chega agora chega ao RN.

  Os organizadores reuniram alguns dos mais renomados juristas da área do Direito do Trabalho no Brasil. Na edição potiguar palestrarão o desembargador do TRT 21, Bento Herculano Duarte Neto, a desembargadora do TRT 1, Vólia Bomfim Cassar, e os ministros do TST, Aloysio Corrêa e Emmanoel Pereira. O ministro de Estado Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República em exercício, Pablo Tatim, também é presença confirmada no evento.

Segundo o coordenador-geral das Jornadas e presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, Ronaldo Nogueira, "as Jornadas vêm para ser um instrumento de desmistificação da modernização da legislação trabalhista. Estamos reunindo os mais importantes técnicos da área no país para debater o tema".

Já para o coordenador científico do projeto, Bento Herculano Duarte Neto, que é vice-presidente do TRT21 e Diretor Científico do Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura (IBEC), "as Jornadas se prestarão a discutir a nova lei trabalhista em um ambiente eminentemente acadêmico, tendo como reflexo natural a melhor compreensão da lei, quer seja pelos operadores do Direito, quer seja pela população em geral".

bulhoes-h

SAIBA MAIS

A Secretaria-Geral da Presidência oferece apoio institucional a este projeto, idealizado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados em parceria com o Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura (IBEC), por se tratar de uma discussão estratégica para o país e, em última análise, pelo fato da modernização trabalhista representar importante instrumento gerador de empregos e crescimento econômico do país.

O calendário completo está disponível em www.ibecnet.com.br, onde se podem realizar as inscrições para qualquer das edições das jornadas. As inscrições são gratuitas.



Ministério do Turismo fiscaliza 1.581 segmentos turísticos em todo País

Airton Bulhões,

 Segundo o Ministério do Turismo total de 1.581 estabelecimentos fiscalizados ao longo de 365 dias no País, 1.139 apresentaram irregularidades. Todos foram notificados pelos fiscais do MTur e 1.033 já estão regularizados no Cadastur. As multas previstas para os serviços que se mantiverem irregulares variam de R$ 350,00 até R$ 1 milhão de reais.

“O objetivo do MTur, antes de multar os prestadores de serviços fiscalizados, é promover um amplo trabalho de sensibilização para proporcionar ao visitante uma experiência turística de qualidade, por meio de serviços formalizados e aptos a atuar no mercado”, destaca Bob Santos, secretário nacional de Qualificação e Promoção do Turismo.

A ação, realizada em parceria com as secretarias estaduais de turismo das 27 unidades da Federação, foi pioneira como medida educativa, oferecendo orientações sobre a regularização dos empreendimentos e divulgando as vantagens do cadastramento para as empresas do setor.

O registro no Cadastur, cadastro oficial de prestadores de serviços do setor de turismo, representa uma credencial de segurança para o turista. O cadastro, totalmente gratuito, é obrigatório para 7 categorias, conforme a Lei Geral do Turismo: meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, parques temáticos, organizadoras de eventos, acampamentos turísticos e guias de turismo.

SAIBA MAIS

 As pessoas físicas e jurídicas inscritas regularmente no Cadastur têm acesso a financiamento por meios de bancos oficiais, participação em programas de qualificação profissional promovidos pelo MTur, visibilidade nos canais oficiais de divulgação da Pasta, entre outras vantagens.

Além dos prestadores de serviço cujo cadastro é, por lei, obrigatório, também poderão se inscrever no Cadastur estabelecimentos como restaurantes, parques aquáticos, marinas, centros de convenções e locadoras de veículos. Para esses serviços o cadastro é facultativo, mas ajuda o turista na busca por serviços regulares, proporcionando maior segurança ao planejar uma viagem. O cadastro traz uma série de informações relativas aos serviços ofertados pelo empreendimento, o que aponta para o turista que o estabelecimento está legalizado.

Desde o final de março, o procedimento de inscrição ou renovação de cadastro de prestadores de serviços turísticos do Brasil, que é gratuito, pode ser feito totalmente online e de forma simplificada pelo site cadastur.turismo.gov.br.



TCE e TRE fecham acordo de cooperação para acelerar em tempo real elegibilidade de candidatos

Airton Bulhões,

   O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN),  assinaram um acordo de cooperação técnica estabelecendo o compartilhamento de informações dos sistemas de acompanhamento processual.

  O presidente do Tribunal de Contas do RN, Gilberto Jales explicou que a integração vai possibilitar o abastecimento automático da lista de pessoas condenadas pelo TCE, relação utilizada pela Justiça Eleitoral para analisar a situação de elegibilidade dos candidatos. “Eventuais decisões judiciais que alterem a composição da lista serão atualizadas praticamente em tempo ao TRE”, disse.

O presidente do TRE  desembargador Glauber Rêgo, disse que o acesso ao sistema do TCE será total e irrestrito, facilitando o trabalho da Justiça Eleitoral, principalmente no que se refere à celeridade do trâmite processual. “Está assegurado o acesso a todo o processo no âmbito do TCE”, disse, acrescentando que o acordo sem custo para os tribunais.

  Objetivamente, o acordo permite ao TRE/RN acessar as informações do Sistema de Acompanhamento Processual do TCE-RN, hospedada no sítio do TCE/RN na internet, em tempo real, e de forma ampla, dentro de uma ação conjunta e de atividades complementares de interesses comuns entre as duas instituições.

Participaram da reunião, além dos presidentes, o desembargador Cornélio Alves, vice presidente e corregedor do TRE; os juízes eleitorais José Dantas, Wlademir Capistrano e Luís Gustavo Smith; a juíza auxiliar da Presidência do TRE, Érika Paiva; a diretora geral do TRE, Simone Mello e o assessor o assessor jurídico da Presidência, Arnaud Flor; e o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Ricart César Coelho.

UcLMl4n.jpg

Fungetur terá crescimento em seu orçamento de 285% para 2019

Airton Bulhões,

  O Fundo Geral de Turismo dará um salto de mais de 285% em 2019 em  seu orçamento. Passará dos R$ 43,2 milhões destinados para o atual exercício para R$ 166,6 milhões, a maior dotação desde o ano passado, quando o fundo foi reformulado e adotou novas regras para a contratação de financiamentos por empresas do setor de turismo.

Se comparado com a dotação de 2017, de R$ 66,7 milhões, o crescimento apurado é de quase 150%. Até agosto de 2018, foram contratados nos oito agentes financeiros do fundo cerca R$ 38 milhões em projetos de construção, reforma e compra de máquinas e equipamentos para meios de hospedagem, transportadores turísticos, bares e restaurantes, entre outras atividades.

  A expectativa é de geração/manutenção de 1.107 empregos em função dos 17 contratos assinados até agora.

  “A reformulação do Fungetur está atingindo os seus objetivos. Os números recentes mostram que há capilaridade, com o atendimento de municípios de vários estados; e foco, já que maior parte da clientela é composta de micro e pequenas empresas, que mais precisam de apoio”, afirma o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

 Segundo ele, a nova administração do Fungetur, a inclusão de novos agentes financeiros – já que anteriormente somente a Caixa Econômica Federal operava com recursos do fundo –, e a crescente demanda por crédito são alguns dos fatores que justificam o aumento da dotação orçamentária do Fungetur.

  A principal atividade beneficiada pelo Fungetur, com 7 dos 17 contratos de financiamento assinados, é a de meios de hospedagem. Os recursos liberados para projetos hoteleiros estão principalmente em destinos de grande demanda como Gramado (RS), Araxá (MG), Atibaia (SP) e Balneário Camboriú (SC).

  Os demais referem-se a projetos de transportadoras turísticas, bares, restaurantes e cervejaria em municípios como Venda Nova do Imigrante, Domingos Martins e Vitória, referências no turismo do Espírito Santo; além de Belo Horizonte, Aracaju e Porto Alegre, entre outros.

A expectativa do Ministério do Turismo é que até o final deste ano sejam contratados outros R$ 53,7 milhões, valor equivalente a 36 projetos que estão em análise nos bancos. No total, a carteira de projetos deste fundo especial de financiamento conta hoje com 53 propostas, entre contratados e em análise, no valor global de R$ 92 milhões.

SAIBA MAIS

  As linhas de crédito do Fungetur operam com taxas de 5% a 6% a.a + INPC e prazos de amortização de 60 a 240 meses, dependendo do tipo de projeto a ser financiado. O valor máximo do empréstimo é de R$ 10 milhões para atendimento a micro, médias e pequenas empresas.

Os agentes financeiros do fundo são: Agência de Fomento do Mato Grosso (Desenvolve MT), Agência de Fomento do Rio Grande do Sul (Badesul), Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Banco do Estado de Sergipe (Banese), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Caixa Econômica Federal (CEF) e Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP).

c2rIIYV.jpg

Palestra na CDL apresentará aos natalenses opções para trabalhar e morar em Portugal

Airton Bulhões,

        O desejo de morar em Portugal tem levado muitos brasileiros que buscam fugir da crise e querem melhor qualidade de vida. Os natalenses também vêm cada vez mais procurando viver essa experiência e no próximo dia 26 de setembro estará em Natal para uma palestra gratuita na Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL)  Eliane Ribeiro, a Corretora da imobiliária RE/MAX de Portugal.

  Ela estará acompanhada de sua experiente equipe composta por advogado, contador e uma gestora de finanças, para esclarecer todas as dúvidas de quem tem interesse em viver, morar ou investir “O que mais tem atraído os brasileiros para vir morar na Europa é a segurança, o direito de ir e vir nas ruas sem medo. Além disso, com dois mil Euros um casal vive bem aqui, ou seja, com menos dinheiro é possível ter uma vida melhor”, explica Eliane, que é brasileira, mas mora em Portugal há 25 anos e é campeã em vendas pela RE/MAX em toda a Europa.

   Mais de 80 mil brasileiros residem hoje em terras lusitanas com vistos regulares, segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), órgão responsável pelo controle de imigração português. Mas esse número deve ser bem maior porque muitos brasileiros com passaporte europeu ou que estão irregularmente em Portugal, não são contabilizados na estatística.

  Ela também explica que a maioria das pessoas com a intenção de morar em Portugal é economicamente ativa, como empresários, professores, médicos, advogados, arquitetos e engenheiros que querem trabalhar lá.

As cidades mais procuradas por esse público têm sido Lisboa, Cascais, Estoril e o norte de Portugal, onde estão municípios bem conhecidos, como Braga e Aveiro. No evento do próximo dia 26 em Natal - que tem o apoio e organização da franquia potiguar RE/MAX Top -, além de esclarecer todas as dúvidas, Eliane e sua equipe apresentarão aos participantes uma carteira de imóveis como apartamentos, casas e sítios. “Temos unidades a partir de 100 mil euros. Essa é a terceira edição que faremos no Brasil. Desde 2016 já fomos ao Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Goiás, Pernambuco, Bahia, Minas, Rio, São Paulo e Rio Grande do Sul”, conta ela.

SAIBA MAIS

O evento “Viver, Morar, Investir em Portugal” é gratuito, será realizado no dia 26 de setembro, das 9h30 às 12h, no auditório da CDL Natal (Rua Ceará-Mirim, 322 – Tirol) mas para garantir a participação, o interessado precisa se inscrever através do link https://goo.gl/forms/4d2XvzsCs2STvP2a2. As vagas são limitadas.



BNB transfere agência do Centro para a Prudente de Morais e anuncia concurso

Airton Bulhões,

A tradicional agência do Banco do Nordeste da rua Vigário Bartolomeu (Centro) passa a funcionar a partir desta segunda-feira na avenida Prudente de Morais, 675, no bairro Tirol, em frente à Sorveteria Tropical.

  A unidade atua nos segmentos de micro e pequenas empresas, empresarial, governo e pessoa física. O gerente da agência, Lívio Tonyatt, destacou que a equipe está muito feliz e motivada por iniciar as atividades em uma estrutura mais moderna, confortável e eficiente. "O potencial de realização de negócios se eleva significativamente e resultará, seguramente, no fortalecimento e ampliação de nossa atuação na capital", destaca.

  O Banco do Nordeste conta com 21 agências no Estado do Rio Grande do Norte, três delas na capital. Até o mês de julho, o BNB aplicou cerca de R$ 1,3 bilhão na economia do Estado, distribuídos em mais de 150 mil operações de crédito.

  BNB ABRE INCRIÇÕES PARA CONCURSO

  O Banco do Nordeste abre inscrições no período de 24 de setembro a 15 de outubro de 2018, seleção de candidatos aos cargos de Analista Bancário (nível médio) e Especialista Técnico - Analista de Sistemas (nível superior).

  Das 700 vagas disponíveis (200 para nível superior e 500 para nível médio), oito são de preenchimento imediato e as demais serão preenchidas gradativamente com o Plano de Incentivo ao Desligamento (PID) dos empregados da instituição, a ser lançado pelo BNB ainda este ano e com outros desligamentos naturais.

  Os candidatos poderão realizar as provas em cidades de todos os Estados do Nordeste, além de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Brasília.  O Banco do Nordeste possui hoje 292 agências e é o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina, com destacada atuação no financiamento de longo prazo e no microcrédito produtivo orientado.

  As informações estão disponíveis no site da empresa organizadora do concurso, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos - Cebraspe. O edital está divulgado no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/banco_do_nordeste_18



CEF reduz taxas de juros para crédito imobiliário a partir do próximo dia 24

Airton Bulhões,

  A Caixa Econômica Federal está anunciando a redução de 0,75 p.p. das taxas de juros do crédito imobiliário para aquisição de imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), desde que o valor de avaliação do imóvel seja de até R$ 1,5 milhão. As taxas mínimas do SFI passarão de 9,5% a.a para 8,75% a.a. As novas taxas começam a valer a partir de próximo dia 24 de setembro.

A partir de novembro a Caixa oferecerá um novo serviço de Avaliações de Imóveis, disponibilizando laudo diretamente para pessoas físicas e jurídicas.

O Caixa Avalia é uma plataforma que vai permitir a venda de avaliações pelo site da CEF com contratação 100% digital

  Segundo o presidente da CEF, Nelson Antônio de Souza, a redução das taxas de juros facilita ainda mais o acesso à casa própria e antecipa as condições negociais da Resolução nº 4.676/18 do Conselho Monetário Nacional(CMN).

  "As mudanças propostas pelo Governo significam novas oportunidades para o setor imobiliário. O objetivo é melhorar as condições de financiamento para nossos clientes em todo país e continuar fomentando a retomada de investimentos do setor da Construção Civil.", afirma.

SAIBA MAIS

  Em abril, a Caixa reduziu em até 1,25 p.p. as taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O banco também promoveu melhoria das condições no financiamento de imóveis para pessoa física. O limite de cota de financiamento do imóvel usado subiu de 50% para 70%.

  A CEF também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

  Em julho o banco reduziu em média de 1 a 2 pontos percentuais ao ano as taxas do crédito imobiliário para pessoa jurídica. Em agosto a Caixa promoveu uma redução de até 0,5 p.p. das taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O limite de cota de financiamento de imóveis usados para pessoa física também subiu de 70% para 80%.

Em 2018, a CEF possui R$ 85 bilhões disponíveis para o crédito habitacional. No 1º semestre de 2018 já foram contratados mais de R$ 40 bilhões.

O banco mantém a liderança no setor com cerca de 70% das operações para aquisição da casa própria.

  SFH e SFI

 Estão enquadrados no SFH os imóveis residenciais de até R$ 800 mil, para todo país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI.

NtDYGsh.jpg

Partage Norte Shopping em Natal ganha primeira loja digital da McDonald’s

Airton Bulhões,

 A McDonald’s através de suas lojas em Natal  começou a adotar um novo modelo  onde os consumidores têm mais liberdade e autonomia para fazerem os pedidos, são as chamadas lojas digitais. Já lançada em outros Estados, as lojas digitais fazem sucesso e, no Rio Grande do Norte, a unidade escolhida, para apresentar esse modelo aos potiguares, foi a do Partage Norte Shopping Natal. O novo formato de restaurante trará um design moderno e alinhado ao novo layout global da marca. A inauguração está prevista para este domingo.

  Por meio de totens instalados no salão principal, os clientes terão a opção de fazer seus pedidos e ainda poderão customizar itens do cardápio, através de um menu board digital, completamente renovado. Contudo, os tradicionais não serão esquecidos, eles terão à sua disposição um atendimento personalizado. Além das novidades na estrutura, os colaboradores da unidade Partage ganharão novos uniformes, cujos modelos foram escolhidos por eles mesmos.

“Estamos entregando à comunidade o carinho que recebemos nos últimos anos. Esse foi um dos principais fatores que nos levaram a presentear o público do Partage Norte Shopping com essa novidade”, afirma Alfredo Junior, Consultor de Operações do McDonald’s.

Para Fábio Maria, superintendente do Partage Norte Shopping, “isso só comprova o bom campo de investimentos que o empreendimento se tornou, mostrando que o público da Zona Norte está aberto para receber ainda mais novidades”.



Construtora potiguar é premiada como primeira do RN e segunda do Nordeste

Airton Bulhões,

  A construtora Dois A Engenharia, do Rio Grande do Norte foi premiada como a primeira do Estado  e a segunda da região Nordeste e ficou posicionada entre as 50 maiores do Brasil no segmento no ranking da Engenharia Brasileira 2018 promovido pela revista OE (O Empreiteiro). A entrega da premiação ocorreu em São Paulo, durante o Fórum INFRA 2020, evento que reuniu gigantes nacionais da construção.

O diretor comercial da Dois A Engenharia, Felipe Vieira de Castro (foto), representou a empresa na premiação durante o Fórum INFRA 2020 e foi um dos palestrantes do evento apresentando o painel “Obras civis de implantação de parques eólicos”. “O Brasil olha com atenção para este mercado. E a Dois A é uma referencia nacional hoje quando falamos em obras para implantação de parques eólicos. Falamos um pouco sobre a larga experiência da empresa e os modelos inovadores do negócio”, afirmou Felipe.bLlGxzo.jpg

  Para o CEO da Dois A, Sérgio Azevedo, a premiação é um estímulo para que a empresa continue ampliando participação no mercado focando em soluções técnicas inovadoras. “Estamos prontos para crescer de forma sustentável e ofertando as melhores soluções aos clientes”, destaca Sergio Azevedo, comemorando a conquista e os números apresentados no Fórum INFRA 2020, que atestou crescimento de 9,64% de faturamento bruto entre as 100 maiores construtoras do Brasil.

SAIBA MAIS

A Dois A é uma empresa potiguar, fundada pelo engenheiro Flávio Azevedo, que se destaca pelos excelentes resultados obtidos nas operações e construções das infraestruturas para a implantação de parques eólicos em diversas localidades do Brasil.

  A Dois A foi criada com o propósito de desenvolver projetos inovadores e obras de infraestrutura e tem 50 anos de atuação. A empresa está modernizando o mercado de construções de torres eólicas.



Terceira idade tem encontro na 3ª Feira Vida Mais RN

Airton Bulhões,

   Será realizada no Holiday Inn Natal a  3 Feira Vida Mais RN - Desafios do Envelhecimento Ativo dias 27 e 28 de setembro no período das 9h às 20h. Além de palestras, mesas redondas e debates haverá feira com estandes de produtos e serviços, lounge interativo com dinâmicas de grupo e oficinas, espaços com aferição de pressão e check-up vascular, entre outras iniciativas.

  A qualidade de vida e a busca por uma velhice saudável estimula a realização de eventos direcionados a um público que cresce no Brasil. A previsão dos organizadores é receber um público de 4 mil pessoas nos dois dias do evento.

Alguns temas que serão abordados: "Pilares para a longevidade saudável", "Planejamento para uma aposentadoria com qualidade de vida", "Riscos do sobrepeso e da obesidade após os 50 anos", "Depressão no envelhecimento: estratégias para preservar a saúde mental", "A saúde bucal e seus impactos na autoestima", "Dor e fragilidade: reconhecer e tratar", "A influência da visão nos acidentes domiciliares" e "Ressignificar a arte de envelhecer". 

Uma das palestras do evento tratará da "Violência contra a Pessoa Idosa" e estará a cargo de Fábio Moassab, diretor do Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Pessoa Idosa, vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos. Trata-se de um dos nomes mais respeitados, em Brasília, na questão que envolve os direitos dos idosos. 

SAIBA MAIS

Além da feira e das palestras, o evento terá uma interface festiva. No encerramento dos dois dias, entre 18h e 20h, haverá apresentações culturais a cargo grupo folclórico do Sesc, Coral de João Câmara, espetáculo de dança da Casa Séfora, performances da Tuareg Casa do Oriente e show do grupo da Associação Brasileira do Clube da Melhor Idade (ABCMI-RN), entre outras atrações.

  Mais um momento relevante do evento estará a cargo das oficinas vivas de artesanato, com artistas de vários municípios do Rio Grande do Norte.

  A 3 Feira Vida Mais RN é uma realização da Argus Eventos e da Agência Lar, com apoio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Natal, Unimed Natal, Simbios Care e DataShow. 



João Pessoa tem a menor proporção de famílias inadimplentes entre todas as capitais

Airton Bulhões,

   Segundo a 8ª edição da Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, elaborada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) a  capital da Paraíba, João Pessoa, encerrou 2017 com a menor proporção de famílias inadimplentes entre todas as capitais do País, de apenas 5%, queda de 2 pontos porcentuais (p.p.) em relação a dezembro de 2016.

  Tal resultado pode ser explicado ao observar que as famílias de João Pessoa comprometem 11% de sua renda com dívidas, também a menor taxa entre as capitais brasileiras, e que o valor médio da dívida por família é de R$ 680, a segunda menor cifra nacional.

  O estudo avalia os principais aspectos, dimensões e efeitos da política de crédito no Brasil sobre as famílias entre 2015 e 2017, período transitório, com encerramento da crise econômica (2014/2016) e início de um processo de recuperação em meio às incertezas políticas e econômicas. A análise foi feita com base em informações do Banco Central do Brasil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

No quesito “inadimplência”, Teresina/PI também se destacou no ranking nacional com a quinta menor taxa do País. Em dezembro de 2017, 14% das famílias da capital piauiense tinham alguma conta em atraso, queda de 3 p.p. em relação ao mesmo período de 2016 e muito abaixo da média nacional (26%).

  Ao fim de 2015, essa parcela era de 9%. Na Região Nordeste, completou a lista em ordem crescente de inadimplência: Salvador/BA, com 22%; Fortaleza/CE e Aracaju/SE, ambas com 25%; Recife/PE, com 29%; São Luís/MA, com 30%; Natal/RN, com 31%; e Maceió/AL, com 34%.

  Em relação ao nível de comprometimento da renda com dívidas, enquanto João Pessoa (11%) apresentou a menor taxa entre as capitais brasileiras, as famílias de Teresina/PI destinaram 43% de sua renda para o pagamento das contas, a maior parcela do Brasil, juntamente com Boa Vista/RR. Fortaleza/CE e Aracaju/SE também se destacaram no ranking nacional: a primeira com a quinta maior taxa (34%) e a segunda com a quinta menor (25%).

  As demais capitais da Região Nordeste estão muito próximas do patamar considerado adequado pela FecomercioSP (30%): Maceió/AL (26%), São Luís/MA (28%), Salvador/BA (29%), Natal/RN (30%) e Recife/PE (31%).

  Em dezembro de 2017, 79% das famílias de Natal/RN tinham algum tipo de dívida, a quarta maior taxa entre as capitais do País e 4 p.p. acima do registrado no fim de 2016. Ainda na Região Nordeste, a proporção de famílias endividadas em Aracaju/SE (63%), Fortaleza/CE (64%), São Luís/MA (67%) e Recife/PE (67%) superou o verificado no conjunto de todas as capitais brasileiras (62%).

Por outro lado, Salvador/BA e Teresina/PI estão entre as cinco capitais com as menores porcentagens de famílias endividadas, ficando com a terceira e a quinta posições – 51% e 52% respectivamente. João Pessoa/PB completa a lista, com 58% das famílias nessa situação.

SAIBA MAIS

Ranking da Região Nordeste (2017)

1 – Porcentual de famílias endividadas (número absoluto)
Natal/RN – 79% (206.018)
Recife/PE – 67% (337.221)
São Luís/MA – 67% (200.103)
Fortaleza/CE – 64% (488.484)
Aracaju/SE – 63% (123.581)
Maceió/AL – 62% (189.267)
João Pessoa/PB – 58% (140.330)
Teresina/PI – 52% (122.122)
Salvador/BA – 51% (482.844)
Total das capitais – Brasil: 62% (9.669.388)

2 – Parcela da renda mensal comprometida com dívidas
Teresina/PI – 43%
Fortaleza/CE – 34%
Recife/PE – 31%
Natal/RN – 30%
Salvador/BA – 29%
São Luís/MA – 28%
Maceió/AL – 26%
Aracaju/SE – 25%
João Pessoa/PB –11%
Total das capitais – Brasil: 30%

3 – Valor médio mensal de dívidas por família 
Teresina/PI – R$ 2.219
Fortaleza/CE – R$ 1.844
Recife/PE – R$ 1.788
Salvador/BA – R$ 1.778
Aracaju/SE – R$ 1.310
Natal/RN – R$ 1.296
São Luís/MA – R$ 1.210
Maceió/AL – R$ 909
João Pessoa/PB – R$ 680
Total das capitais – Brasil: R$ 1.935



RN ganha R$ 3,5 bilhões de investimentos nos próximos seis anos em projetos de energia eólica

Airton Bulhões,

VjZEWKl.jpg  

   Com investimentos de R$ 3,5 bilhões nos próximos seis anos em projetos para produção de energia elétrica o Rio Grande do Norte lidera este segmento após a realização do último Leilão de Energia de 2018 pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no final de agosto.

Do total de 48 novos projetos inscritos no certame, 27 foram arrematados no estado. Eles totalizam mais 743 MW de capacidade instalada e as usinas deverão começar a operar em 2024.

  Dos R$ 3,5 bilhões cerca de R$1,5 bilhão deverá ser investido diretamente nas regiões produtoras, disse o Presidente do Centro de Estratégias em recursos Naturais e Energia CERNE, Jean-Paul Prates (foto).

A maior parte dos projetos está na região do Mato Grande, onde se encontram a maior parte das usinas instaladas no estado e com melhores infraestruturas. O projeto com maior fator de capacidade (67,5%) será instalado no município de Riachuelo. A usina Ventos de Santa Martina, desenvolvido pela empresa Casa dos Ventos, terá turbinas da fabricante global Vestas.

Os estados com os empreendimentos contratados foram o Rio Grande do Norte (27 usinas), a Bahia (21 usinas), o Paraná (5 usinas), São Paulo (2 usinas), Minas Gerais (2 usinas), além de Goiás, Mato Grosso, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Maranhão com uma usina em cada estado.

  O leilão movimentou, ao todo, R$ 23,6 bilhões em contratos. O preço médio ao final das negociações foi de R$ 140,87 por MWh, com deságio de 46,89% em relação aos preços-tetos estabelecidos, representando uma economia de R$ 20,9 bilhões para os consumidores de energia.

Ao final das negociações, foram contratados 62 empreendimentos de geração, sendo 11 hidrelétricas, 48 usinas eólicas, 2 usinas térmicas movidas a biomassa e uma térmica a gás natural , o que soma 835 MW médios de energia contratada.

SAIBA MAIS

Eólicas no RN (atualizado com os resultados do Leilão)

– 138 parques eólicos em operação comercial, somando 3,72 GW em potência instalada.
– 15 parques eólicos em construção, somando 366,10 MW em potência instalada.
– 45 parques eólicos contratados, somando 1,187 GW em potência instalada.

Ranking dos maiores produtores eólicos:

1° Rio Grande do Norte (3,7GW)
2° Bahia (2,5GW)
3° Ceará (1,9GW)
4 ° Rio Grande do Sul (1,8GW)

Foto: Marco Polo Veras



Supermercados de Natal participam de campanha para estimular consumo de peixe

Airton Bulhões,

   A "Semana do Peixe", iniciativa da Associação Brasileira da Piscicultura em parceria com as redes varejistas, busca estimular o consumo da proteína no país ganha força para ser seguida por todos os supermercados.

Na Grande Natal, as lojas da rede Extra realizam até o próximo dia 12 uma campanha de incentivo ao consumo do pescado, com ofertas especiais para o período e expectativa de aumento das vendas de 15% em relação à edição do ano passado

 A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) recomenda o consumo de 12 quilos de peixes por ano, mas no Brasil a ingestão média está abaixo, cerca de 9,5 quilo / ano, abaixo também da média mundial, que é superior a 20 quilos por habitante ao ano.

  Durante todo ano, o Extra já realiza às sextas-feiras uma ação de 20% de descontos na peixaria. E até o dia 12, as lojas da rede estão com ofertas em vários tipos de peixes, entre elas Tilápia Fresca (R$ 10,79 o kg) e filé de tilápia fresco Netuno 500 g (R$ 20,90).

   Para harmonizar com os peixes, a rede preparou uma seleção de vinhos a preços competitivos, a exemplo dos brancos argentinos Club des Sommeliers e o vinho chileno tinto ou branco Chilensis. 

FEn7kDt.jpg

Feriado de 7 de setembro movimenta R$ 4,9 bilhões nas cidades turísticas do País

Airton Bulhões,

  Nnk1eMU.jpg 

  Pelas contas do Ministério do Turismo o feriadão que começa nessa sexta-feira vai levar muita gente aos destinos turísticos de todo País movimentando a economia nacional. Natal a exemplo dos feriados prolongados deverá receber boa leva de visitantes, hotéis cheios, restaurantes, shoppings e passeios aquecem os negócios.

 Considerando-se um período de quatro dias, serão realizadas 2,3 milhões de viagens com expectativa de movimentação financeira de R$ 4,9 bilhões nas cidades visitadas pelos turistas nacionais.

  Praias e cidades históricas estão entre os destinos mais buscados pelo brasileiro para as viagens do feriadão. Segundo a operadora CVC, os campeões de vendas no Nordeste são pacotes para Porto de Galinhas (PE), Maceió e Fortaleza. Outros lugares bastante demandados na operadora são Balneário Camboriú, com o parque Beto Carreto, em Santa Catarina; Gramado (RS) e cidades históricas de Minas Gerais.

  Este é o terceiro feriado prolongado do ano, depois do Dia do Trabalhador e Corpus Christi. Até o final de 2018, outros quatro feriados prolongados (N.S Aparecida, Finados, Proclamação da República e Natal), devem fazer o brasileiro botar o pé na estrada e movimentar as economias de municípios de todas as regiões do país.

  “Os feriados prolongados impulsionam o turismo pois representam uma oportunidade de realização de viagens curtas fora dos períodos de férias escolares. E assim, movimentam a rede hoteleira, o comércio, os atrativos das cidades com possibilidade de geração de empregos temporários”, avalia o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

SAIBA MAIS

   A estimativa do Ministério do Turismo é de que os sete feriados prolongados de 2018 resultem em 13,9 milhões de viagens e movimentem R$ 28,84 bilhões na economia brasileira. O cálculo não inclui a Semana Santa e nem o Carnaval por já serem prolongados normalmente.

 
41-60 de 1642